Mostre sua solidariedade aos garífunas vítimas de desaparecimento forçado em Honduras

Mulher garífuna de Honduras na imagem da OFRANEH – Organização Fraternal Negra Hondurenha

Chamada global de solidariedade às vítimas do Desaparecimento Forçado do povo Garífuna de Triunfo de la Cruz, suas famílias e OFRANEH

DOMINGO 18, SEGUNDA-FEIRA 19 E TERÇA-FEIRA, 20 DE JULHO DE 2021

Sábado, 10 de julho – Enquanto o Estado hondurenho continua processando e criminalizando o povo garífuna em Honduras em uma campanha contínua de expropriação territorial, 12 meses se passaram desde que Sneider Centeno, presidente do Conselho de Curadores da Comunidade de Triunfo de la Cruz, junto com o os jovens Suami Mejía, Milton Martínez e Gerardo Trochez foram violentamente retirados de suas casas por pessoas vestidas com roupas pertencentes à Diretoria de Polícia de Investigação (DPI). Desde então não se sabe seu paradeiro, o que constitui um desaparecimento forçado que viola seus direitos humanos e os de seus parentes. OFRANEH e SUNLA pedem a todos que digam aos seus parentes e ao povo Garífuna que eles não estão sozinhos na busca por Sneider, Suami, Milton, Gerardo.

Ao dar as mãos a alguém, tirar uma foto e compartilhar a imagem com outras pessoas nas redes sociais, as pessoas podem defender a busca por Sneider, Suami, Milton, Gerardo, a paz interior de seus parentes em tempos de angústia e acompanhar o povo Garífuna lutando para pôr fim a esta violência sistemática de que são vítimas, bem como para exigir a todo o momento o cumprimento das sentenças a favor de Triunfo de la Cruz e de Punta Piedra.

Apoiada pela OFRANEH, a SUNLA continua seu trabalho de pesquisa e busca, acompanhando famílias e comunidades.

OFRANEH e SUNLA estão pedindo às pessoas ao redor do mundo que realizem ações individuais e coletivas durante os dias 18, 19 e 20 de julho para demonstrar seu apoio massivo ao povo Garífuna em Honduras, que defende a busca por Sneider, Suami, Milton, Gerardo, solidariedade com suas famílias e exigem do Estado de Honduras ações que indiquem o paradeiro dos jovens.

Temos a responsabilidade coletiva de traduzir a indignação em ação para enviar uma mensagem clara ao mundo que, neste momento decisivo, a história nos julgará, e que aqueles com poder de mudança devem intensificar seus esforços para mudar o curso desta escalada sistemática de criminalização, acusação, desaparecimento forçado e assassinato do povo Garífuna.

O que as pessoas podem fazer: solidariedade. Exija a busca com vida de Sneider Centeno, Suami Mejía, Milton Martínez, Gerardo Trochez. Exigir em todos os momentos o cumprimento das sentenças a favor de Triunfo de la Cruz e Punta Piedra.

O que fazer:

18 e 19 de julho

Solidariedade: dê as mãos a um ou mais familiares, ou amigos em conjunto, com as mãos levantadas em sinal de solidariedade e lute. Tire uma foto ou faça um pequeno videoclipe e poste com a hashtag #HastaencontrarlesGarifuna, #Vivoslosqueremos #justiciayverdad #Porlavidaelterritorio #ElEstadodeHondurasResponsable no Facebook ou Twitter.

20 de julho

Exija a busca viva: exija mobilização com banners, camisetas, vídeos, manifestações em lugares emblemáticos de sua cidade, manifestações em frente às embaixadas e consulados de Honduras em sua cidade, escritórios das secretarias de Relações Exteriores de seu país. Tire uma foto ou faça um pequeno videoclipe e poste com as hashtags #HastaencontrarlesGarifuna, #Vivoslosqueremos #justiciayverdad #CumpliemientosentenciaYa, #Porlavidaelterritorio #ElEstadodeHondurasResponsable no Facebook ou Twitter.

Exija sempre o cumprimento das sentenças das comunidades de Triunfo de la Cruz e Punta Piedra #justiciayverdad #Porlavidaelterritorio #CumpliemientosentenciaYa

Se você está em Honduras, pode participar das ações no dia 20 de julho.

A seguir

Sobreviver na pandemia: moradia, renda e comida no prato

Sobreviver na pandemia: moradia, renda e comida no prato