Dívida, privatização e livre comércio em debate no ciclo promovido pelo Jubileu Sul Américas

Dívida, Privatização e Livre Comércio: o que aprendemos com nossas lutas? Quais perspectivas temos? é o tema do ciclo de debates que o Jubileu Sul/Américas realiza, numa série de três seminários virtuais pela plataforma Zoom nos dias 5, 12 e 26 de abril, sempre às segundas-feiras, às 17h, com transmissão ao vivo na página do Jubileu Sul Brasil.

Com a participação de convidados de vários países, o objetivo do evento é promover um espaço de conhecimento e de reflexões sobre as realidades do Cone Sul (Argentina, Brasil, Chile, Paraguai e Uruguai) e experiências da região. Também visa organizar um mapeamento de organizações e movimentos sociais a partir de um olhar para as lutas da na sub-região, tanto históricas como a do cenário atual, buscando construir uma agenda articulada. 

Há um conjunto de lutas comum e um modelo econômico semelhante na região, que é extrativista, de agricultura e pecuária intensivas, exploração de minérios sem respeito aos povos e normas ambientais. Os ajustes econômicos que resultaram na retirada de direitos é outro ponto em comum, a exemplo da previdência social no Brasil e no Chile. 

Os embates populares contra a privatização da água no Uruguai, contra a privatização da eletricidade no Paraguai, contra a zona de livre comércio e os confrontos com o Fundo Monetário Internacional, pelo não pagamento da dívida também fazem parte da trajetória de luta e resistências no Cone Sul que estão em debate nos seminários. 

Para Francisco Vladimir, articulador para o Cone Sul no Jubileu Sul Américas, o Trio de Conversas será um momento de reunir pessoas de coletivos e organizações que atuam no Cone Sul em diferentes frentes levando o tema das dívidas, privatizações e o livre comércio.

“Queremos realizar um momento de reflexão e de troca de experiências, focando no tema que nos é muito caro, que são as dívidas e todas as implicações delas em nossas vidas. Temos de pagar por uma dívida que não é nossa. Cada vez mais o Estado privatiza e faz concessões que vão totalmente contra a tudo o que as populações necessitam. Discutir essas questões em meio a uma pandemia, que tem nos causado dor e medo, é fundamental para que possamos olhar para um futuro presente com mais esperança”, afirma.

A transmissão ao vivo é pelo Facebook do Jubileu Sul Brasil. Será emitido certificado aos que participarem na plataforma Zoom em pelo menos dois dos três seminários, sendo necessária inscrição prévia pela internet clicando aqui para participar do 1º painel.

Programação

5 de abril – 17h
Painel 1: Um olhar para o Cone Sul: lutas e desafios atuais. Livre Comércio e privatizações

Lutas, ações e processos sociais

12 de abril – 17h
Painel 2: Dívidas e sua centralidade: um olhar sobre as dívidas socioambientais e financeiras no Cone Sul

Dívida e modelo de desenvolvimento; demanda social geral pelo agronegócio e mineração; genocídio dos povos originários e devastação das florestas; mulheres e endividamento

26 de abril – 17h

Painel 3 – Esperanças, perspectivas, rumos e organização popular
Movimentos indígena, quilombola, campesino, de mulheres e direitos humanos

SERVIÇO
Ciclo de debate Dívida, Privatização e Livre Comércio: o que aprendemos com nossas lutas? Quais perspectivas temos?
Data:
dias 5, 12 e 26 de abril
Horário: 17h
Inscrições para o 1º painel:  http://bit.ly/ConeSulJSA1

A seguir

“Você tem a bala, eu tenho a palavra” - Um dossiê sobre Berta Cáceres

“Você tem a bala, eu tenho a palavra” - Um dossiê sobre Berta Cáceres