Organizações populares do Haiti pedem que China e Rússia vetem renovação de missão da ONU

Um grupo de 20 organizações populares do Haiti publicou uma carta solicitando à China e Rússia, como membros permanentes do Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU), que impeçam a aprovação de uma nova extensão da Missão da ONU no país. No dia 15 de julho vence o último prazo de extensão do mandato da Missão de Estabilização da ONU no Haiti (Minustah), iniciada em 2004, sob comando de tropas brasileiras. 

0 Comentários