Se mantém pressão internacional sobre o Governo de Honduras

Por Radio Mundo Real | Organizações e movimentos sociais da Campanha Global para Desmantelar o Poder Corporativo e Colocar Fim à Impunidade entregaram, nesta quinta-feira, uma carta à Missão Permanente de Honduras em Genebra, onde pedem justiça nos casos de assassinatos de defensores ambientais e de direitos humanos no país da América Central. A carta demanda por proteção para os defensores ameaçados. A Missão hondurenha se negou a assinar o recebimento do documento que possui cerca de 100 assinaturas de organizações dos cinco continentes, mas a carta foi entregue mesmo assim.

Participaram da entrega representantes do Movimento dos Atingidos por Barragens do Brasil (MAB), Via Campesina, Marcha Mundial das Mulheres, Ecologistas em Ação da Espanha, Jubileu Sul, Transnational Institute da Holanda, Amigos da Terra Internacional, entre muitas outras organizações.

Todas elas fazem parte da Campanha Global para Desmantelar o Poder Corporativo e Colocar Fim à Impunidade que faz pressão, esta semana em Genebra, por um tratado vinculante sobre transnacionais e suas violações aos direitos humanos. Isto se dá durante a segunda sessão, nesta cidade, do Grupo de Trabalho Intergovernamental do Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas, que define bases para este tratado legal. As organizações e movimentos sociais realizam em Genebra, em paralelo, uma Semana de Mobilizações para pressionar por esse instrumento internacional.

Abaixo, a carta entregue à Missão Permanente de Honduras da ONU:

img_pdf_carta_honduras

A seguir

PACS - Edições “Rio de Gastos” disponíveis on line

PACS - Edições “Rio de Gastos” disponíveis on line