Nota Pública: Pela vida das mulheres, NÓS POR NÓS, pelas crianças e anciãs, seguimos em marcha!

A II Marcha das Mulheres Indígenas será realizada nesta sexta-feira (10) e não mais na manhã de hoje, 9 de setembro, como estava prevista na programação da mobilização, em Brasília. A decisão tem como objetivo garantir a vida das mulheres, anciãs, jovens e crianças presentes, na mobilização que acontece desde o dia 7 de setembro, […]

Participantes da II Marcha das Mulheres Indígenas acompanham julgamento do ‘marco temporal’, em Brasília

Com sessão prevista para iniciar às 14h desta quarta-feira (8), a expectativa é que a Corte garanta os direitos originários dos povos; em Brasília e nos territórios, os indígenas irão acompanhar o julgamento. Redação | Assessoria de Comunicação da ANMIGA Mais de 4 mil mulheres guerreiras da ancestralidade, reunidas na II Marcha Nacional das Mulheres Indígenas, mobilizam-se […]

Luta pela vida: Indígenas estão em Brasília para reivindicar direitos e acompanhar julgamento que define futuro dos povos

Após leitura de relatório, julgamento do ‘marco temporal’ no STF é suspenso; caso será retomado na próxima quarta-feira (01). Análise do caso que pode definir o futuro das demarcações de Terras Indígenas seguirá com apresentação de voto do ministro Fachin. Redação | Apib O julgamento sobre a questão do “marco temporal” das demarcações de Terras […]

Construção da imagem dos povos latino-americanos reproduz o discurso imperialista

Roda de conversa com a pesquisadora Roberta Traspadini, da Universidade Federal da Integração Latino-Americana (UNILA), abordou os métodos de dominação do ultranacionalismo estadunidense e a sua participação direta na reprodução de instabilidade democrática na América Latina e Caribe Por Marcos Vinicius dos Santos* | Jubileu Sul Brasil As eleições brasileiras de 2018 são um marco […]

O Brasil enfrenta o pior cenário político para os Povos Indígenas no país – Entrevista com Gilza Kaingang

“Esse é o pior governo para as populações indígenas, um governo que quer acabar de nos exterminar (…) É o pior cenário que eu já vivenciei. Estamos no pior cenário possível para nós”. A enfática afirmação é de Gilza Ferreira de Souza, da etnia Kaingang, Terra Indígena São Jerônimo da Serra, no Paraná, ao comentar […]