Prestes a completar cinco anos do assassinato de Berta Cáceres, o Estado de Honduras segue legitimando elites políticas e econômicas envolvidas no crime

O ano era 2016. Dois dias antes de completar 45 anos de vida, no dia 2 de março, uma mulher, mãe de quatro filhos, foi assassinada a tiros em sua própria casa,. O nome dessa mulher era Berta Cáceres, liderança indígena do povo Lenca. Reconhecida um ano antes como uma das militantes por justiça socioambiental […]