Rede Jubileu, Cáritas Brasileira e Sindipetro realizam ação de solidariedade no Quilombo Rio dos Macacos, na Bahia

No contexto da pandemia de COVID 19, diversas comunidades estão vendo se agravar a crise sanitária e a falta de acesso a direitos básicos. No Quilombo Rio dos Macacos, área localizada próxima a Salvador, na Bahia, os moradores vêm sofrendo com essa realidade, por isso a Rede Jubileu Sul Brasil em conjunto com a Cáritas Brasileira e Sindipetro Bahia realizaram uma ação de solidariedade destinada a comunidade.

Célio Maranhão, integrante da Rede Jubileu, explica que a maioria das pessoas que vivem na comunidade são prestadoras de serviços como vendedores de quitutes, fornecedores de marmitas, diaristas, cuidadoras, catadores de materiais recicláveis ou trabalhadores avulsos, que por conta da pandemia tiveram suas atividade suspensas, dificultando a garantir de sustento das famílias.

Mesmo com acesso ao auxílio emergencial, realizado pelo governo federal, de R$600,00, essas famílias não conseguem manter uma renda mínima, sendo que, a necessidade de isolamento social aumentou os custos de manutenção das moradias e alimentação para as crianças, destaca Célio.

Até agora foram distribuídas 60 cestas básicas, cerca de 100 máscaras, além de 120 unidades de botijões de gás de cozinha. Essa distribuição de gás fez parte de uma ação do Sindipetro Bahia em disponibilizar à população das comunidades vulneráveis de Salvador botijões a preço justo, subsidiando parte do valor.  O valor de R$40,00 reais, de cada botijão destinado a famílias do Quilombo Rio dos Macacos, foi pago por doações obtidas em uma campanha e recursos da Cáritas Brasileira do Regional Nordeste 3.

Para Célio, essa ação é fruto da relação de parceria entre as entidades com o objetivo de avançar no processo de luta dentro dos princípios da solidariedade que norteiam a luta por uma sociedade justa e fraterna.

A seguir

Os povos são os verdadeiros protagonistas!

Os povos são os verdadeiros protagonistas!