Ciclo perverso do endividamento ataca políticas públicas necessárias à população

Em debate promovido pela Rede Jubileu Sul, lideranças comunitárias do Ceará alertaram para os impactos que as dívidas públicas provocam no cotidiano da população e denunciaram que os recursos não chegam às periferias apesar do discurso dos governos A prefeitura de Fortaleza (CE) fez empréstimos junto ao junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), entre […]

Uma colagem de palavras forma a frase: "20 anos Plebiscito da Dívida Externa". Ao fundo um há um girassol

Comemoração e Memória: 1ª Assembleia Popular

Em outubro de 2005, mais de oito mil pessoas – militantes das mais diversas organizações e movimentos sociais , – reuniram-se em Brasília para a realização da 1ª Assembleia Popular. Juntos enfrentaram o desafio de articular ideias e propostas para a construção de um projeto popular para o Brasil. Estudos, debates e diversas atividades marcaram […]

Memória do Plebiscito Popular sobre a Dívida Externa em Manaus no ano de 2000

Por Vasconcelos Filho* O Plebiscito Popular sobre a Dívida Externa foi um marco importante nas lutas sociais no final dos anos de 1990 e início dos anos 2000. Se constituiu num importante instrumento pedagógico de mobilização, desenvolvendo importantes tarefas para acumulação de forças de vários movimentos sociais. Cumpriu papel importante na formação de lideranças, organização […]

Uma colagem de palavras forma a frase: "20 anos Plebiscito da Dívida Externa". Ao fundo um há um girassol

Comemoração e Memória: Campanha Jubileu 2000

Jubileu é um conceito bíblico do Antigo Testamento que remete a uma solenidade pública durante a qual dívidas eram perdoadas e escravos eram libertados. O conceito serviu como metáfora para dois importantes movimentos que defendiam a virada do milênio como o momento ideal para que governos e bancos internacionais cancelassem as dívidas dos países empobrecidos. […]

20 anos depois, Plebiscito da Dívida tem muito a ensinar sobre um novo mundo a construir

“História na mão, caminho na frente. Quem perde a história, perde a memória; e quem perde a memória não volta pra casa”. Foi resgatando essa expressiva afirmação de Agostinho Pretto, um dos fundadores da Pastoral Operária, falecido em 2011, que o coordenador do Grito dos/as Excluídos/as, Ari Alberti, ressaltou a importância da história e da […]