URGENTE| Polícia invade e atira na Escola Florestan Fernandes, em Guararema/SP

A operação, comandada pela Polícia Civil do Paraná, começou na manhã desta sexta-feira. Os policiais invadiram, sem mandado, o terreno e derrubaram o portão da Escola Nacional Florestan Fernandes (ENFF) em Guararema, São Paulo.

Segundo relatos dois militantes do MST estão detidos. Durante o cerco, para aumentar a repressão, e assustar os moradores, os policiais efetuaram disparos com armas de fogo. Uma militante foi atingida por estilhaços de bala.

Em nota oficial, o MST exigiu atitudes do governo para tomar medidas cabíveis. “Somos um movimento que luta pela democratização do acesso a terra no país e não uma organização criminosa.”

Neste momento a polícia está em frente à ENFF e, aparentemente, recuou. Os policiais estão aguardando um mandado de prisão.

A invasão policial é mais uma ação de criminalização dos movimentos populares.

Solicitamos a solidariedade de todos os veículos de imprensa progressista de esquerda para que mandem jornalistas para o local, assim como entidades de direitos humanos

A seguir

Começa hoje em Linhares (ES) Marcha para denunciar um ano de impunidade do caso Mariana (MG)

Começa hoje em Linhares (ES) Marcha para denunciar um ano de impunidade do caso Mariana (MG)