Organizações articulam mobilização dos afetados e afetadas pelo BID

O Jubileu Sul Brasil e organizações membro do Jubileu Sul/Américas vão realizar no próximo dia 1º de dezembro (terça-feira) uma atividade virtual para debater os impactos que o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) tem causado nos países da América Latina e Caribe dando voz as/os afetadas e afetados por este modelo de financiamento.

O evento é uma ação para abrir espaço de escuta e aprendizado, de análise sobre a atuação do BID na região, de apresentação de casos dos afetados e afetadas pelo banco e troca de experiências de resistência. A partir dos debates, será elaborado um documento e definidas estratégias com passos concretos para prosseguimento da luta e enfrentamento às ações do BID. 

Manifestação realizada em São José dos Campos pelas famílias atingidas pelas obras do BID. Foto: Associação de Favelas de São José dos Campos

De acordo com a equipe organizadora do evento, com a disputa da hegemonia em deslocamento para a Ásia e os conflitos EUA-China, a tendência é de que os Estados Unidos avancem ainda mais sobre a América Latina e Caribe utilizando o BID nesta ofensiva. O desmantelamento da política ambiental e forte interesse do banco sobre a Amazônia estão entre os sinais.

Outras duas questões preocupam as organizações: devido à pandemia, há tendência de maior atuação do BID na área da saúde, tendo o aumento das privatizações do setor como consequência; aumento do financiamento para a infraestrutura (portos, estradas e outros) e na área da habitação, elevando o número de famílias e comunidades removidas; maiores financiamento de políticas sociais e interferência em órgãos de Estado, aumentando o endividamento e a ingerência sobre os países da região.

A primeira reunião para planejamento da atividade ocorreu neste 4 de novembro, com a participação de representantes de organizações da Argentina, Brasil, Colômbia, El Salvador, Equador, Trinidad e Tobago. Por isso, o Jubileu Sul Brasil convida suas organizações e articulações a se somarem na construção desta atividade, e a participar do evento no dia 1º de dezembro, às 19h.

A seguir

Tragédia em Mariana: Movimento dos Atingidos por Barragens pede justiça

Tragédia em Mariana: Movimento dos Atingidos por Barragens pede justiça