Ação de solidariedade às comunidades ribeirinhas na pandemia

Apoiar a formação de defensores de direitos humanos e mobilizar comunidades ribeirinhas atingidas pelo Rio Madeira visando à retomada de seus territórios e garantia da terra estão entre as áreas de atuação da Associação de Preservação do Meio Ambiente e dos Rios Amazônicos (APREMARA).

Com os megaprojetos, as comunidades locais são atingidas por violações de direitos humanos, além do desrespeito e descumprimento à legislação ambiental e trabalhista.

Frente às necessidades causadas pela pandemia, a associação desenvolveu uma campanha de solidariedade para atender as famílias em situação de vulnerabilidade, em parceria com o Jubileu Sul e com outras organizações, como o Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB), para somar forças diante da crise sociosanitária.

A arrecadação de fundos permitiu a distribuição de cestas de alimentos, itens de higiene e máscaras para dar suporte às comunidades atingidas pelos megaprojetos na região

A seguir

Estudo - Experiências econômicas autogestionadas na América Latina e Caribe

Estudo - Experiências econômicas autogestionadas na América Latina e Caribe